domingo, 5 de abril de 2009

2008/2009 CONQUISTAS E EXPECTATIVAS




Minha maior conquista no ano de 2008 foi poder brindar a chegada de 2009, com saúde, em paz, amada e amando, sorrindo e alimentando sorrisos, sendo feliz.
Quanto ao Pead, 2008 foi palco de muitas aprendizagens:
Passei a conhecer as relações recíprocas que existem entre o desenvolvimento do indivíduo (ontogênese) e o de sua espécie (filogênese), citados por Dienes.
Reconheci que posso ser senhora do meu tempo, discordando de mim mesma quando pensava que não tinha tempo para nada.
Adorei a interdisciplina "Psicologia da Vida Adulta". Sentia-me, às vezes, o modelo inspirador de minhas atividades.
Aprofundei minhas teorias sobre Gestão Democrática, federalismo, descentralização do poder.
Organização e Gestão da Educação, uma interdisciplina que oportunizou-me, em uma de suas atividades, um enorme prazer: ler e dissertar sobre rodas as Constituições Brasileiras. O estudo destas constituições obrigou-me a ler, também, sober a situação política brasileira desde a primeira Constituição. Neste mesmo blog, o texto "Da árvore que chora ao grito do povo" é um breve relato da história política do Brasil entre 1877 e 1984.
Espero que em 2009, as interdisciplinas se entrelacem e ofereçam excelentes oportunidades de busca do conhecimento e que, através destas aprendizagens, eu me sinta mais forte, mais capaz, mais segura para enfrentar a complexa tarefa de ser professora.
Eu quero em 2009 e em todos os anos vindouros, como diz a letra da melodia de Roberto e Erasmo Carlos "Eu quero apenas...
...Eu quero crer na paz do futuro,
Eu quero ter um quintal sem muro.
Quero meu filho pisando firme,
Cantando alto, sorrindo livre.
Quero levar o meu canto amigo
A qualquer amigo que precisar.
Eu quero amor decidindo a vida,
Sentir a força da mão amiga.
O meu irmão com sorriso aberto,
Se ele chorar quero estar por perto..."


Um comentário:

Simone disse...

Oi Suzan, que ótimo que as conquistas foram muitas em 2008! Desejo que em 2009 possas realizar todas as tuas expectativas. Abração, Sibicca